More como gente fina – Recursos e materiais escolhidos a dedo constroem com sofisticação | Revista Construir Mais por Menos – Edição nº 12


Com estilo

More como gente fina

Recursos e materiais escolhidos a dedo constroem com sofisticação

Por Caroline Santos – Fotos Leandro Farchi
Fonte: Portal Casa & Cia – Revista Construir Mais por Menos

Na fachada, pedra São Tomé, que tem bom preço e fácil manutenção. O paisagismo ficou por conta dos moradores

Os elementos definidos para essa morada conferem um efeito sofisticado, mas não pesam no bolso. Apesar de a construção encher os olhos (são três andares distribuídos em pouco mais de 400 m²), a obra custou R$ 1.200 o m², um preço médio. Para evitar surpresas no orçamento final, o proprietário administrou a contratação de todos os profissionais envolvidos, incluindo o empreiteiro, e o valor da mão de obra foi previamente combinado. Outra dica das arquitetas responsáveis, Andrea Lux e Mônica Fonseca, é adquirir, sempre que possível, os materiais diretamente com os fabricantes. Neste projeto, por exemplo, a economia apareceu na compra direta das telhas, blocos e concreto usinado.

Projeto confere total elegância
O tamanho do pé-direito é um dos recursos que trazem aquela sensação agradável, com luminosidade e amplitude, que os espaços chiques costumam ter. Neste projeto, a altura máxima chega a 7 m e o mezanino, que abriga uma sala íntima, explora as caídas do telhado. O local ainda possui acesso ao terraço, explorando a vista. As arquitetas optaram pela execução de um projeto com colunas e vigas préfabricadas no lugar de alvenaria estrutural, por considerarem uma técnica sólida, mas passível de futuras modificações, opção que agrada a quem espera ocupar por muito tempo o imóvel.

Lazer em destaque
A bancada do bar foi feita de granito preto total, instalado sobre um balcão de MDF com revestimento que aparenta madeira de demolição. O mesmo material foi usado no pilar e ainda para criar cinco nichos (0,90 x 0,34 m cada) na parede. O custo total com a marcenaria aqui foi de R$ 3 mil. Em vez de revestir o balcão por completo, as profissionais optaram pela pintura em algumas partes, uma saída econômica.

A natureza é bem-vinda
Todos os quartos da casa possuem varanda com vista para a área de lazer, valorizando a luz natural. Além de investir em sacadas, as profissionais encontraram no sistema de iluminação solar uma forma sustentável e econômica em longo prazo de se obter energia. Os tons terrosos e de madeira apelam para o conforto que só a natureza traz – outra estratégia para sofisticar, sem gastar muito. Na parede de um dos quartos foi colocado um adesivo no valor de R$ 250, que personalizou o ambiente de um jeito acessível.

Na área social, foi usado porcelanato claro, no padrão 60 x 60 cm. Custou R$ 49 por m², e foram utilizados 110 m² para sala, cozinha e corredores

Claro resultado
Elementos básicos e neutros trouxeram sofisticação. As portas de vidro que fecham a casa são fixas, instaladas em caixilhos de alumínio. Foram usadas quatro unidades, totalizando um investimento de R$ 2.400. Para a fachada e muros, foi escolhida a textura tipo “grafiato” clara – R$ 60 a lata de 25 kg. Em contraste, outro material neutro: a canjiquinha São Tomé, que saiu por R$ 120 o m², sendo R$ 70 para a mão de obra e R$ 50 do material.

Que vida boa!
Piscina é um dos elementos que mais caracterizam uma residência de alto padrão. O modelo de fibra de vidro foi escolhido pela praticidade de instalação e economia, já que não necessita de base de alvenaria, apenas escavação. O deck de 5 x 3 m de madeira cumaru saiu por R$ 2 mil instalado. O jardim, que tem bananeiras e pinheiros, custou R$ 3 mil no total.

Projeto
Habitat Arquitetura
telhas e aquecedor
Tégula estrutura
Cerâmica Ermida concretagem
Camacon

Garanta a sua Revista Construir Mais por Menos agora mesmo e confira muitas idéias exclusivas e acessíveis pra você. 

Anúncios

Sobre lojaeditoraescala

Loja Virtual Editora Escala, mais de 4 mil produtos à sua disposição, confira as promoções! Confira : www.escala.com.br Venda direta de revistas e livros de diversos segmentos, como artesanato, decoração, moda e beleza, além de títulos da Ed. Larousse e Escala Educacional. A origem do grupo é a fundação da Editora Escala em 2 de março de 1992, no bairro da Vila Nova Conceição, em São Paulo. Atua nas áreas de ediçao, impressao e distribuiçao de livros didáticos, paradidáticos e de revistas. Missao Divulgar a informaçao e o conhecimento com responsabilidade social e ambiental. Visão Um país onde todas as pessoas tenham acesso à leitura e à informaçao e assim possam construir uma vida melhor.

Publicado em 01/11/2011, em Leve mais por Menos, Novidades, Reportagens, Revistas e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: